FANDOM


Maya Deren e Kenneth Anger Editar

Maya Deren, é considerada a “mãe” do cinema experimental americano. Foi a primeira diretora que ousou misturar antropologia, dança, artes marciais, coreografia, noir, gótico e surrealismo em seus filmes. Um forte tom sexual permeia sua obra, que trata de temas como identidade, feminilidade, transcendência e espiritualidade com delicadeza e poesia. Deren é uma descendente direta das vanguardas européias dos anos 20 e 30, que abriu caminho para uma linhagem de cineastas inovadores surgidos dos anos 50 em diante.

Kenneth Anger fez seu primeiro filme em 1947: um polêmico curta assumidamente autobiográfico e homossexual, fortemente influenciado pelo surrealismo. “Fireworks” deu renome ao diretor e o possibilitou construir uma linguagem própria, em seus filmes subseqüentes, incorporando elementos de misticismo, magia negra, rock & roll, psicanálise e erotismo em sua filmografia, na qual figuram peças chave do avant-garde do séc. XX como Anaïs Nin, Mick Jagger, Alester Crowley e Charles Manson. Anger é tido como o pioneiro na linguagem fragmentária e veloz – hoje regra na produção dos videoclipes e da publicidade – além disto, é visto como porta-voz de causas homossexuais e de liberação sexual, pela maneira como abordou os temas dos anos 40 a 70.

  • “Meshes of the Afternoon” (EUA, 1943) - 18 min. Direção e Roteiro: Maya Deren. Com: Maya Deren, Alexander Hammid
  • “At Land” (EUA, 1944) - 15 min. Direção e Roteiro: Maya Deren. Com: John Cage, Maya Deren
  • “A Study in Choreography for Camera” (EUA, 1945) - 4 min. Direção e Roteiro: Maya Deren. Com: Talley Beatty
  • “Meditation on Violence” (EUA, 1948) - 12 min. Direção e Roteiro: Maya Deren. Com: Chao Li Chi.
  • “The Very Eye of Night” (EUA, 1959) - 15 min. Direção e Roteiro: Maya Deren.
  • “Fireworks” (EUA, 1947) - 20 min. Direção e Roteiro: Kenneth Anger. Com: Kenneth Anger, Bill Seltzer
  • “Puce Moment” (EUA, 1949) - 6 min. Direção e Roteiro: Kenneth Anger. Com: Yvonne Marquis
  • “Invocation of My Demon Brother” (EUA, 1969) - 12 min. Direção e Roteiro: Kenneth Anger. Com: Kenneth Anger, Bobby Beausoleil, Harvey Bialy, Speed Hacker, Mick Jagger.
  • “Rabbit’s Moon” (França, 1972) - 15 min. Direção e Roteiro: Kenneth Anger. Com: André Soubeyran, Claude Revenant, Nadine Valence

Total: 2h21 min.