FANDOM


“Corrida sem Fim”, de Monte Hellman Editar

Piloto (James Taylor) e Mecânico (Dennis Wilson) dirigem um Chevrolet ’55 através dos Estados Unidos disputando “pegas” para comprarem comida e gasolina. Encontram a Garota, que passa a acompanha-los, e G.T.O., um homem de meia-idade que pega "caroneiros" pelas rodovias e inventa histórias sobre seu passado. Os personagens raramente conversam, e quando o fazem é para falar sobre o carro ou para combinar os detalhes de uma corrida. Não há psicologia, passado, futuro. O que importa é a ação, o presente: continuar a correr indefinidamente, sem ter para onde ir. Monte Hellman consegue unir de forma surpreendente um filme sobre “pegas” com a rigorosa encenação de um diretor como Robert Bresson, criando um estranhíssimo road movie existencial, onde ao contrário dos demais, a estrada (e o cinema) não é uma passagem para os seus personagens, mas o seu próprio fim.

  • “Corrida sem Fim” (“Two-Lane Blacktop”, EUA, 1971). 102 min. Direção: Monte Hellman. Roteiro: Rudy Wurlitzer e Will Corry. Com: James Taylor, Warren Oates, Laurie Bird e Dennis Wilson

Total: 1h42 min.